quarta-feira, 26 de junho de 2013

Bolo de fubá com goiabada ~

Adoro essa época do ano! Estou super no clima das festas juninas e  ando comendo muita coisa boa! Hoje trouxe uma receita que fiz recentemente e que ficou uma delícia: 

Bolo de fubá com goiabada


Ficou bem aerado e fofinho :)
Ingredientes

1 e 1/2 xícaras de fubá mimoso
1 e 1/2 xícaras de farinha de trigo 
1  xícara de açúcar 
2 colheres (sopa) de óleo 
1 colher (sopa) de fermento em pó
1 e 1/2 xícara de leite vegetal
(usei leite de coco)

Recheio:
250 g de goiabada em cubinhos pequenos


Preparo  

Coloque o açúcar e o óleo numa vasilha e misture até formar uma farofa. Acrescente o fubá e a farinha e misture. Acrescente o leite vegetal e misture até ficar homogêneo. Coloque o fermento e mexa suavemente. Unte a forma de sua preferência com óleo e coloque a massa. Espalhe metade os cubinhos de goiabada e afunde. Leve ao forno em temperatura média (coloquei aos 210º) até dourar bem e sair sequinho no teste do garfo. Para a cobertura usei o o resto da goiabada após derretê-la na panela com um pouco de água e cobri com paçoca por cima, pra dar um clima mais junino ainda.

(Adaptei a receita do Cantinho Vegetariano)




terça-feira, 18 de junho de 2013

Pastas de amendoim veganas ~

Pra quem não sabe, algumas marcas de pastas/cremes de amendoim contém mel e não são consideradas veganas (como a Amendocrem ou Superbom), mas há sim opções sem nada de origem animal! 

Não é adoçada, servindo para receitas doces e salgadas! :D
Também não é adoçada!
É adoçada!
Marcas como a Santa Helena, Pan e Inam são veganas e podem ser encontradas em mercados e empórios (a Inam está mais difícil de achar, de acordo com a Renata Octaviani do VegVida).  São mais cômodas e práticas pra quem não gosta de cozinhar, mas pode-se considerar também a pasta de amendoim caseira, pois é fácil de fazer e  é super gostosa! Algumas receitas podem ser encontradas no blog Cantinho vegetariano, no Veggie e Tal ou ainda no grupo de Receitas Veganas do Facebook. :D


sexta-feira, 14 de junho de 2013

Resenha: BB cream da Alva ~

Fiquei super animada quando vi que a Alva tem uma linha nova hipoalergênica (a Sensitive) e nela existe um bb cream com matéria-prima vegan e orgânica! Gostei tanto que comprei pra testar e ver se finalmente volto a usar esse tipo de produto, pois tem várias funções, o que facilita a nossa vida né? :)

Caixinha + BB cream (30ml)!
Depois de um tempo usando diariamente o BB Cream da Alva acredito que cheguei a uma opinião mais concreta sobre ele. Passei o produto sempre de manhã, após a limpeza do rosto. A consistência dele é líquida/cremosa e bem fácil de aplicar. A cobertura é leve, serve para deixar o tom da pele bem uniforme, mas não cobre imperfeições, no geral. Senti minha pele mais hidratada após o uso, mas não achei que deixa a mesma com aspecto matte. Um ponto negativo é que a minha pele ficou meio brilhante e demorou consideravelmente pra secar e só ficou boa quando passei uma cama de pó por cima (também da Alva) - lembrando que a minha pele é mista (oleosa na zona T) - mas não deu aquele aspecto de pele sequinha como os bb creams convencionais costumam fazer. Em dias mais frios não tive tanto esse problema e nem precisei passar pó por cima, então acredito que no inverno o uso seja mais tranquilo.  Ao meu ver a duração é boa, cerca de 6 horas. 

BB cream no dorso da minha mão (dá pra ver os pontinhos com cor mais escura?)
BB cream após espalhar no dorso da mão
Achei interessante a cor dele, pois parece ser muito claro assim que sai da embalagem, mas tem umas gotinhas mais escuras no meio do produto que quando misturado torna a cor mais adequada pra minha pele, com uma tendência para um tom mais neutro/amarelado (fotos acima). Esse tom deu bem certo em mim, ficou super natural! Mas, acredito que dei sorte, pois é uma cor meio difícil de ser adaptada aos demais tons de pele (e também acho que isso é uma fragilidade da marca, essa pouca variedade de cores e exclusão de produtos voltados para peles morenas à negras). 

Ingredientes do bb cream (certificado pela Ecocert :D)

O produto teve uma nota boa no EWG, ficando com score 2 (ou seja, baixo risco). E isso mesmo considerando o ingrediente 'Parfum', que sabemos que o EWG sempre aumenta muito a nota dos produtos por conta da possibilidade de ser uma fragrância sintética e potencialmente alergênica, mas não é o caso da Alva, né? Gostei muito desse aspecto! Também gostei do fato de ter proteção UV, já que não tenho protetor solar específico para o rosto, esse bb cream está me ajudando muito nisso! 

Por fim, no geral eu gostei do bb cream, mas não sei se o compraria novamente pela cobertura leve dele, pois eu procurava algo com uma cobertura maior de imperfeições e um aspecto mais matte na minha pele. Dá pra comprar o BB cream no site da Alva Britânica com cartão internacional (ainda não vi pra vender em lojas que revendem a Alva no Brasil) custou 25 Libras britânicas, o equivalente a uns 80 reais (sim, infelizmente é caro!). 

Só lembrando que o produto pode dar/não dar certo com outras pessoas também. Essa é a minha opinião sincera sobre o mesmo, no meu gosto e tipo específico de pele. :)